sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

"Português Suave"


"Passei a vida inteira aos encontrões com gajos giros que são parvos, com gajos sérios que são enfadonhos, com indecisos e confusos, com mentirosos e predadores, experimentei tudo e mais alguma coisa, aprendi a distinguir à légua um tipo porreiro de um filho-da-puta, aturei drogados, jogadores compulsivos, palermas com um feitio de merda e com pilas pequenas, ensinei os gajos a foder e a fazer minetes como deve ser, e quando finalmente encontrei um gajo decente, bem educado, inteligente, com nível e que gostava mesmo de mim e me dava alguma estabilidade sem aborrecer, o cretino morre ao fim de dois meses, desfaz-se na auto-estrada. É dose. As bruxas chamam-lhe Karma, mas eu nem quero pensar nessa merda."


Rebelo Pinto, Margarida, Português Suave, Lisboa, Oficina do Livro, 2008, pp.39-40

4 comentários:

Adão disse...

E tu? Que tipo de homem és?

Carla disse...

Deves ter a mania que sabes fazer citações =P

boa escolha de palavras, até dá vontade de ler o livro...

Todos os nomes (menos um) disse...

"Já tive mulheres
De todas as cores
De várias idades
De muitos amores
Com umas até
Certo tempo fiquei
Prá outras apenas
Um pouco me dei...

Já tive mulheres
Do tipo atrevida
Do tipo acanhada
Do tipo vivida
Casada carente
Solteira feliz
Já tive donzela
E até meretriz...

Mulheres cabeça
E desequilibradas
Mulheres confusas
De guerra e de paz"

da Vila, Martinho, Brasil , Mulheres

LOOOL

Adão disse...

E será que a nossa autoavaliação é válida? Será como tu te descreveste, que os outros te vêem?